Reduzindo custo de seguro pelo controle da carga

O seguro do transporte de cargas é um dos itens que pode acabar fazendo diferença no preço total do frete. Se a transportadora consegue reduzir o prêmio de seguro global, consegue ter preços mais competitivos e com isso conseguir melhores condições frente a sua concorrência. Existe também um segundo ganho indireto nessa redução do prêmio do seguro que é a redução das perdas e consequentes indenizações por perda de cargas.

Alguns itens são diretamente responsáveis pela perda de carga : temperatura e umidade para as cargas de gelados, congelados, frutas, legumes verduras. Flores podem ser danificadas ou mesmo destruídas. A pressão e a temperatura impactam diretamente nas cargas químicas, petroquímicas e combustíveis fazendo que a flutuação volumétrica tenha impacto no volume de produtos recebidos e entregues. Impactos, e aceleração podem danificar as cargas de eletrônicos sensíveis. Uma série de outras condições podem impactar na qualidade dos produtos entregues, bem como em sua recusa de recebimento. Aliado a isso, essa constante perda de produtos pode acabar significando indenizações aos remetentes ou até mesmo na perda de contratos

A principal pergunta é: o que podemos fazer para controlar e reduzir esses riscos durante o transporte do fabricante até o destinatário das cargas? A resposta está em se utilizar tecnologias que permitam não apenas monitorar essas condições, mas que ativamente possam notificar o transportador, o fabricante e o condutor dessa carga para que medidas possam ser tomadas evitando-se assim a degradação da carga e com isso reduzir perdas e melhorar o percentual de cargas entregues em condições.

Essa redução e consequentemente a redução do uso do seguro durante o período contratado irá reduzir o prêmio pago à seguradora para manutenção da apólice otimizando à condição de renovação e reduzindo preços. Essa redução de preço virá por meio de um maior desconto no prêmio pago à seguradora anualmente para a renovação do transporte de cargas no seguro de transporte e responsabilidade civil, melhorando assim as condições da transportadora competir em um mercado onde preços e condições de agregar valor ao transporte  de cargas vão fazer a diferença nos próximos anos.

A CAPTURA DE DOCUMENTOS MOBILE

Com a massificação do uso dos smartphones e tablets, uma das formas de se capturar documentos é através desses dispositivos, que estão não apenas disponíveis nas mãos dos usuários, mas também conectados a internet, e consequentemente aos servidores e serviços corporativos.

Mas algumas questões precisam ser discutidas para a captura de documentos distribuídos dessa forma. A primeira delas é a segurança dos documentos e das informações em um ambiente corporativo, onde não é uma boa pratica que os documentos sejam fotografados e armazenados em dispositivos móveis em virtude de seu acesso, uso, confidencialidade e segurança da informação. O segundo ponto, é como reconhecer, interpretar, classificar e armazenar esses dados de forma eficiente e que não apenas estejam disponibilizados como imagens, mas que os dados referentes a esses documentos estejam extraídos e sejam disponibilizados no ambiente corporativo de modo seguro e distribuído.

Para resolver essa questão existem os aplicativos de captura distribuída, que tem por objetivo organizar o acesso, captura, guarda e distribuição de documentos em ambientes distribuídos mobile. Esses aplicativos fazem o login em um servidor remoto para validar os usuários, os documentos que foram capturados e identificar os recursos a serem utilizados para a captura desses documentos.

Com o uso da câmera desses dispositivos mobile, o app irá digitalizar essas imagens, armazena-las em um servidor remoto e, a partir daí, realizar o reconhecimento dos documentos, dos campos dos documentos e também o reconhecimento ótico de caracteres, já criando os campos e os dados referentes a cada campo.

Com isso, as informações e as imagens dos documentos não mais ficam armazenados no dispositivo mobile e sim no servidor da organização, podendo dar as garantias de segurança dos documentos e informações nelas contidas. 

Além disso, deixam de ser feitas as remessas dos documentos para o armazenamento e guarda lós mesmos. E caso a sua solução permita, você poderá ter a validade legal do documento ao assina-lo com uma chave publica-privada, mantendo um acervo digital que possui a mesma validade dos documentos assinados em papel.

Outro benefício desse método de trabalho é a agilidade no tratamento da informação e a redução do tempo de processo, pois não é mais necessário esperar a chegada do documento físico e sua posterior digitalização e digitação, sendo essas etapas substituídas por um aplicativo que realiza todas essas tarefas, reduzindo-se custos e otimizando os processos.

Espero que com isso estejamos contribuindo para seu processo de melhoria constante. Caso queira saber mais informações contate-nos!!