Como usar a Inteligência Artificial para otimizar os resultados da sua empresa

A inteligência artificial está cada vez mais presente no dia a dia com o objetivo de tornar nossa vida mais fácil, economizando tempo e melhorando a produtividade. Podemos encontrar ela em telefones, carros, casas e vem ganhando cada vez mais espaço no ambiente empresarial. Ela baseia-se na capacidade de um software capaz de realizar tarefas e serviços no lugar de seres humanos.

A inteligência Artificial está mudando a maneira de se fazer negócios. Inúmeras aplicações  já estão sendo utilizadas em diversos segmentos do mercado, como indústria, varejo e saúde.

A cada dia que passa, mais e mais startups também estão se utilizando desses recursos para economizar tempo e aumentar a produtividade em suas empresas.

O ponto importante é que a Inteligência Artificial otimiza processos, que antes poderiam levar dias e semanas, para apenas alguns segundos ou horas.

Qual empresa não gostaria de reduzir custos e concentrar a energia de seus funcionários em tarefas mais desafiadoras, criativas e que tragam maiores retornos ao negócio?

A tecnologia é capaz de fornecer assistência virtual, gerar insights e analisar dados não estruturados, permitindo assim que os empresários se concentrem no crescimento de seus negócios.

Muitas empresas acreditam que a Inteligência Artificial esteja fora de alcance, pois requer muito esforço e energia em processos de base, mas precisamos mudar essa interpretação errada em relação ao custo e benefício.

Muitas empresas com cultura inovadora já investem em inteligência artificial continuamente e obtém ótimos resultados em relação a melhoria dos seus processos. Outras empresas mais tradicionais caminham para alcançar os benefícios da AI em um futuro próximo.

A inteligência artificial vem sendo implantada para ajudar a reduzir gastos operacionais, oferecer benefícios em eficiência e aprimorar experiência com clientes, mas podemos destacar os seguintes benefícios:

  • Aumentar a produtividade;
  • Economizar tempo da equipe;
  • Minimizar erros;
  • Acessar informações relevantes de maneira eficaz;
  • Executar tarefas consideradas perigosas ou repetitivas.

No nosso portfólio de serviço, possuímos uma ferramenta de inteligência artificial, chamada Luminoso Analytics, criada com o objetivo de entender não somente a linguagem, mas também gírias e contexto em diferentes línguas, permitindo o máximo de correlações entre os dados textuais disponíveis à sua empresa.

Com essa tecnologia, é possível facilitar o entendimento das experiências dos clientes, realizar a gestão de produtos e marcas, compreender as necessidades de suporte e auxílio à gestão por meio da criação de relações entre as diferentes entradas de dados dos clientes.

Veja o vídeo abaixo explicando melhor sobre a ferramenta.

Quer saber mais? Fale conosco através do formulário de contato.

Controlando Cargas Estacionarias

Os IoT´s para a gestão de carga podem ser utilizados não apenas nas cargas em movimento mas também nas cargas estacionarias. As condições de controle de temperatura, pressão, humidade tem impacto muito grande na conservação dos produtos não apenas durante o transporte mas também enquanto armazenadas em câmaras frias, geladeiras, gondolas e freezers.

Essa descontrole para com essas condições pode significar perda de até 7% dos produtos estocados. Com o uso de um IoT ele pode ser configurado para controlar cada um desses equipamentos.

O primeiro ganho é a redução das perdas em virtude do controle dessas condições. Elas evitam primeiramente o descongelamento, o congelamento, a proliferação de fungos e bactérias e o vazamento de produtos.

O segundo ganho é mais sutil. Conforme controlamos essas condições, começamos a ter uma economia de energia elétrica pelo uso mais eficiente dos refrigeradores, humidificadores, geladeiras e câmaras frias. E com isso podemos reduzir as contas de consumo que hoje tem um impacto muito grande nos custos e tem sofrido cada vez mais aumentos acima da inflação.

O terceiro ganho também é sutil, pois com equipamentos funcionando de forma melhor são reduzidos os custos de manutenção, pois equipamentos que são levados ao limite de seu funcionamento normalmente tem uma vida útil menor e uma quantidade maior de paradas não programadas.

Com isso, com um pequeno investimento podemos ter diversos ganhos diferenciadosna gestão de cargas estacionarias.