A CAPTURA DE DOCUMENTOS MOBILE

Com a massificação do uso dos smartphones e tablets, uma das formas de se capturar documentos é através desses dispositivos, que estão não apenas disponíveis nas mãos dos usuários, mas também conectados a internet, e consequentemente aos servidores e serviços corporativos.

Mas algumas questões precisam ser discutidas para a captura de documentos distribuídos dessa forma. A primeira delas é a segurança dos documentos e das informações em um ambiente corporativo, onde não é uma boa pratica que os documentos sejam fotografados e armazenados em dispositivos móveis em virtude de seu acesso, uso, confidencialidade e segurança da informação. O segundo ponto, é como reconhecer, interpretar, classificar e armazenar esses dados de forma eficiente e que não apenas estejam disponibilizados como imagens, mas que os dados referentes a esses documentos estejam extraídos e sejam disponibilizados no ambiente corporativo de modo seguro e distribuído.

Para resolver essa questão existem os aplicativos de captura distribuída, que tem por objetivo organizar o acesso, captura, guarda e distribuição de documentos em ambientes distribuídos mobile. Esses aplicativos fazem o login em um servidor remoto para validar os usuários, os documentos que foram capturados e identificar os recursos a serem utilizados para a captura desses documentos.

Com o uso da câmera desses dispositivos mobile, o app irá digitalizar essas imagens, armazena-las em um servidor remoto e, a partir daí, realizar o reconhecimento dos documentos, dos campos dos documentos e também o reconhecimento ótico de caracteres, já criando os campos e os dados referentes a cada campo.

Com isso, as informações e as imagens dos documentos não mais ficam armazenados no dispositivo mobile e sim no servidor da organização, podendo dar as garantias de segurança dos documentos e informações nelas contidas. 

Além disso, deixam de ser feitas as remessas dos documentos para o armazenamento e guarda lós mesmos. E caso a sua solução permita, você poderá ter a validade legal do documento ao assina-lo com uma chave publica-privada, mantendo um acervo digital que possui a mesma validade dos documentos assinados em papel.

Outro benefício desse método de trabalho é a agilidade no tratamento da informação e a redução do tempo de processo, pois não é mais necessário esperar a chegada do documento físico e sua posterior digitalização e digitação, sendo essas etapas substituídas por um aplicativo que realiza todas essas tarefas, reduzindo-se custos e otimizando os processos.

Espero que com isso estejamos contribuindo para seu processo de melhoria constante. Caso queira saber mais informações contate-nos!!

Digitalização Legal

Com o Decreto 10.278 de 18 de março de 2020 se tornou legal digitalizar documentos e descartar os documentos físicos em papel. Para terem validade é necessário observar algumas características do processo de captura do documento e suas devidas assinaturas para poder fazer frente ao poder publico

A principal modificação é que os documentos precisam ser assinados durante o processo de digitalização com uma chave pública-privada do ICP Brasil e ser garantida a rastreabilidade do documento incluindo dados de data,  hora de captura,  assinatura das pessoas que realizam a captura desse documento e a trilha de auditoria do sistema de captura para garantir a investigação de erros e fraudes. 

Além disso, estabelece parâmetros para a realização dessa digitalização de forma a garantir a qualidade mínima de legibilidade dos documentos, de acordo com os diferentes tipos de documentos digitalizados.

Deste modo, um dos grandes custos brasileiros que é o de armazenamento de captura digital fica reduzido, evitando-se que as organizações sejam obrigadas a manter documentos físicos armazenados por até 30 anos ou em determinados casos mais de 50 anos, reduzindo-se em muito o custo de armazenamento e mais ainda, o custo de captura de documentos.

Com isso também,  conseguimos melhorar o processo de trabalho e reduzir as etapas de processamento de documentos e a sua futura inclusão em processos de automação dos processos tornando a organização brasileira mais competitiva.

Até agora mesmo digitalizado os documentos e possuindo sistemas eficientes para seu controle, armazenamento e visualização só existiam duas formas de se manter acervos com validade legal, por meio do armazenamento em papel ou por meio da microfilmagem eletrônica e/ou convencional e com isso obrigatoriamente duplicávamos os custos de produção e armazenamento de documentos. Com essa nova lei ficam as organizações brasileiras desobrigadas a manter esses acervos em papel tendo com base legal um decreto presidencial para suportar os documentos digitais. E assim permitindo-se apenas a manutenção dos acervos eletrônicos de documentos.

Monitoramento de carga: por que é importante e como contribui para a melhoria do seu negócio?

O setor de transportes está cada vez mais competitivo, que significa que existem muitos concorrentes no mercado brigando pelos mesmos clientes. Para manter sua empresa com boa vantagem competitiva há apenas um caminho: apresentar soluções que gerem valor ao serviço. 

Por conta disso, adotar o monitoramento de carga se torna importante, porque com ele você consegue acompanhar as atividades e ter controle exato do que acontece com a carga.

Qual é a importância do monitoramento de carga?

Quando abordamos este assunto, a primeira coisa que vem à cabeça de todos é o rastreamento de cargas. Porém, essa ferramenta é completamente diferente de um simples rastreador.

O monitoramento acompanha não apenas a frota, mas sim todo o processo, desde a localização da frota em tempo real e as condições de pressão, temperatura, umidade, aceleração, e impactos durante o transporte, por esse motivo, é essencial que as empresas o implementem. ​

Abaixo relacionamos alguns pontos que evidenciam a importância do monitoramento para a sua empresa:

Aumento da competitividade

Para ser competitivo no mercado é preciso gerenciar bem o tempo, de modo que as atividades sejam desempenhadas facilmente e no menor prazo possível.

O monitoramento de carga executa o papel de facilitador, deixando o dia a dia mais prático, por conta da praticidade de ter as informações de forma rápida — e onde quer que o gestor esteja — permitindo o monitoramento por meio do celular, tablet ou computador.

Maior controle e organização

Para que o resultado da empresa seja o melhor possível, os gestores precisam ter total controle das operações e que elas estejam organizadas.

Quando se tem o total controle, as situações emergenciais diminuem, visto que as informações são rápidas.

Auxílio na tomada de decisões

Com o monitoramento de carga, os gestores tem na mão diversos tipos de informação, não apenas a localização em tempo real do veículo. Entre elas, podemos destacar: as condições da carga: temperatura, pressão, aceleração, impactos sobre o produto. 

Com todas essas informações, os gestores têm dados precisos que auxiliam no planejamento e na tomada de decisões da empresa.
Gostou deste conteúdo? Está pensando em implementar um sistema de monitoramento de cargas na sua empresa? Então peça uma demonstração gratuita do Software de Monitoramento de Cargas da GED & AP e descubra como aumentar o potencial competitivo da sua empresa!

Desafios da Logística

A logística é um dos setores que mais vem crescendo com força e ganhando espaço no Brasil nos últimos anos. E por conta disso, as empresas de logística vem enfrentando alguns desafios, que são:

  1. Transporte rodoviário

Segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística , o uso da malha viária é muito superior a qualquer outro meio, pois nunca tivemos um grande investimento em ferrovias e hidrovias pelo país.

Por conta disso , mais de 60% do transporte de cargas do Brasil fica concentrado nas rodovias, segundo a Confederação Nacional do Transporte (CNT). Isso resulta em deficiência nos processos de entrega de mercadorias, devido ao excesso de veículos nas vias, que acaba provocando congestionamentos.

Além disso, temos outro grande problema, que é a qualidade das rodovias, que apresentam muitos trechos com buracos e defeitos. Esses e outros fatores, em conjunto, geram atrasos nos processos de entrega de produtos e aumento no custo de seu transporte.

2. Falta de qualidade dos portos

Os portos brasileiros também entram na lista dos desafios da logística brasileira, por conta dos seus altos custos para quem pretende exportar como importar itens.

Exemplo disso é que em Santos, maior porto do país, os navios precisam permanecer muitos dias para serem carregados, pois não há espaço suficiente para que todos possam atracar.

3. Constante mudança no preço dos combustíveis

Os constantes reajustes nos preços dos combustíveis impactam muito nos custos logísticos.

4 . Custo do transporte aéreo

Mesmo o país tendo uma facilidade para trabalhar com o transporte aéreo, ele é pouco utilizado para o traslado de cargas.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), menos de 20% da capacidade das aeronaves é utilizada para a logística de mercadorias. A estimativa é que o uso do modal cresça apenas 58% até o final deste ano.

Isso ocorre devido ao alto custo deste meio de transporte. Essa opção é usada apenas para produtos com alto valor agregado ou extremamente perecíveis.

5. Falha na gestão de informações

Por fim, mas não menos importante, é que muitas empresas ainda sofrem para administrar todas as informações logísticas e também para monitorar a sua carga.

Diante disso, é imprescindível que a companhia invista em tecnologia. Existem muitos softwares e ferramentas que contribuem para monitorar as entregas de produtos, entre outras situações que demandam a atenção de empresários.

A tecnologia permite aprimorar os processos logísticos, compartilhar dados com parceiros e qualificar as informações. Isso garante a credibilidade das operações e a transparência dos processos.

Gostou da matéria? Para continuar sempre por dentro das novidades e crescer cada vez mais com sua empresa, siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook , Linkedin e Instagram) para acompanhar todo o nosso conteúdo!

Saiba como usar dados de forma inteligente

A internet é onipresente e através de históricos de navegação conseguimos gerar uma enorme quantidade de dados, que aliados com a tecnologia, têm impulsionado e transformado o mundo negócios, principalmente, nas ações de marketing.

Os dados são muito poderosos, mas precisam ser gerenciados de maneira certa e responsável, pelos profissionais de marketing, ajudando os na tomada de decisão. 

Fato é que a tecnologia e as ferramentas estão mudando tão rápido que nenhum indivíduo sozinho consegue acompanhar esse ritmo.

Por isso, neste artigo levantamos algumas formas de usar esses dados. Vamos lá?

Qual o tipo de dados que a sua empresa precisa?

Ao longo dos últimos anos, o marketing foi se revolucionado permitindo que as marcas entreguem mensagens muito mais segmentadas e assertivas para os seus consumidores.

A partir disso, começou a gerar uma enorme quantidade de dados, gerados com base nas inúmeras mídias digitais, dispositivos, plataformas e canais, onde os profissionais de marketing têm a oportunidade de oferecer experiências de compra melhores.

Mas isso também significa que os marqueteiros têm uma série de questões a serem feitas, por exemplo, é preciso entender qual a tecnologia a ser utilizada para atingir as melhores metas de negócios, quais fontes de dados devem ser explorados ou como gerar dados úteis para as ações.

Essas questões já são conhecidas por esses profissionais há bastante tempo, mas elas se tornaram mais complexas à medida que a escala das informações aumentou.

Quais as diferenças entre as métricas?

Como classificar quais os dados são “bons” e quais são “ruins”. Isso pode ser feito com base nas ferramentas certas, que devem ser escolhidas ao coletar, armazenar e analisar esses dados.

O primeiro passo é coletar as informações, das mais variadas fontes como: pedido de vendas, interações com clientes, pesquisas, redes sociais, entre outras. Uma vez que esses dados são coletados, devem ser analisadas e convertidas em métricas úteis para sua empresa. 

Descobrir como extrair esses dados

Os dados sozinhos são simplesmente uma coleção de informações, eles se tornam úteis para a empresa apenas quando são analisados e transformados em insights.

Essas informações geradas são muito privilegiadas e ajudam as empresas a entender o que os clientes estão comprando, quando estão comprando e muito mais.

Centralizar os dados para planejar as ações de marketing

A forma de se comunicar com o consumidor mudou, as marcas não estão mais limitadas a simplesmente interagir com consumidor, fazer com que eles entrem em uma loja e comprem um produto. Hoje temos empresas de diversos segmentos com estratégias para se comunicar com os consumidores em todos os canais de comunicações, como e-mail, site e posts em mídias sociais. E manter o controle de todas essas interações é um desafio enorme.

Uma vez que essas informações são coletadas e analisadas adequadamente, podem servir para alcançar mais efetivamente o público-alvo.

Prever o comportamento do consumidor

Um dos recursos mais interessantes para os departamentos de marketing das empresas é o uso de dados para prever o comportamento do consumidor. 

Usando dados de perfil de audiência para prever o que os clientes querem, os profissionais de marketing conseguem ser muito mais proativos, vendendo produtos, criando relacionamentos de longo prazo com os consumidores e determinando mudanças de mercado diante dos concorrentes.

Mas infelizmente, muitas empresas ainda demoram para adotar novas tecnologias, como a inteligência artificial, apesar dos benefícios que elas oferecem. Porém, é apenas uma questão de tempo até que isso mude nos próximos anos.

As novas tendências do mercado estão mudando rapidamente e obter insights antes da concorrência será crucial.

Curtiu as nossas dicas de como usar os dados para suas ações de marketing? Que saber como utilizar a inteligência artificial como uma poderosa arma para aumentar suas vendas? Fale conosco! 

Tecnologia e a liderança

Por Sérgio Albuquerque

A tecnologia é um desafio constante em todas as áreas e empresas. Ela vem antes da regulamentação, por isso é importante que todos os líderes e profissionais estejam conectados com as demandas internas e externas requeridas em nossos tempos.

Novos entendimentos de como liderar se fazem necessários.

Tanto pela quantidade de possibilidades, como pela diversidade de profissionais envolvidos nos processos. As habilidades essenciais já não são mais efetivas para o líder da 4ª Revolução Industrial.

Habilidades e competências do mundo linear, como honestidade, saber delegar, comunicação, confiança, compromisso, atitude positiva, criatividade, intuição, capacidade de inspirar e sintonia com as pessoas, não são mais suficientes.

Em um mundo em transformação, são exigidas novas competências, como:

  • O líder criador do futuro (visionário);
  • Pensar Bold (ser arrojado, corajoso e pensar com ousadia);
  • Ter um propósito transformador massivo;
  • O líder como tomador de riscos;
  • O líder como entendedor da lei de Moore (adaptada para os tempos atuais), plataformas e novas tecnologias;
  • Foco no cliente, cliente, cliente…
  • A capacidade de fazer grandes perguntas
  • Ser um líder conector (criando sinergia entre tudo e todos).

Sem dúvida, competências e habilidades, são de suma importância. Sendo a base de tudo: o equilíbrio emocional.

Notamos que tudo converge sempre para pessoas.

Tanto a inovação, como a tecnologia, e os processos: precisam ter ofoco nas pessoas.

Um ponto muito importante é o líder ter a cultura do erro em sua equipe, que nada mais é que deixar livre para que façam muitos projetos. Sem medo de errar, pois a criatividade é inimiga da supressão de liberdade de expressão.

O líder, não só o que está no comando, mas em todas as áreas, tem o grande desafio de saber conectar pessoas diversas. Entender a dinâmica individual, compreender o pensamento global, e assim, por sua vez, ser capaz de unir as pontas do emaranhado de possibilidades.

Sérgio Albuquerque

Consultor e treinador de equipes 

Master e executive coach

Analista comportamental DISC Index

11-992123264 – contato@sergialbuquerque.com.br

A logística não está só nos transportes

Um dos custos escondidos dos transportes está  no uso de combustíveis e pneus. Quanto mais se consome de ambos mais caro fico o transporte rodoviário e mais ineficiente se transforma toda a cadeia logística.

As empresas de transportes brasileiras, em virtude da má conservação da malha rodoviária brasileira e dos constantes aumentos do diesel têm visto seus custos aumentarem de forma assustadora. Então podemos sugerir algumas estratégias de forma a reduzir esses custos.

A primeira está no uso da tecnologia de RFID nos pneus dos caminhões. Com ele é possível acompanhar de forma mais precisa o uso e o tempo de vida dos pneus. É possível utilizar essa etiqueta de RFID associada a portais de leitura automática de forma a acompanhar a entrada e saída desses insumos do estoque e sua utilização nos veículos.  Depois é possível acompanhar cada viagem que eles fazem ao passarem pelos portais de entrada e saída dos estabelecimentos. Com isso é possível saber seu ciclo de vida, seu armazenamento e se estão sendo movimentados sem o conhecimento das empresas. 

Outra solução que pode ser utilizada é um sensor de temperatura e pressão dos pneus. Esse dispositivo pode acompanhar a temperatura e pressão dos pneus informando ao motorista  a necessidade de encher ou esvaziar os pneus durante o trajeto. Isso permite que os veículos não trafeguem em condições diferentes das necessárias para a economia de pneus e combustíveis.

O uso combinado dessas tecnologias pode reduzir os custos de transporte, gerar economia para as transportadoras e consequentemente reduzir os custos gerais de transportes.

Automatizando Processos além das Fronteiras da Empresa

É muito comum hoje a participação de parceiros de negócios, fornecedores, clientes e outras pessoas que possam participar dos processos de negócios. As empresas deixaram de ser estanques e a comunicação entre os diferentes pares é cada vez mais necessária. Sejam nos processos de compra, na implantação de projetos e nos mais diferentes casos onde prestadores de serviços estão relacionados aos processos de negócios da empresa.

Mas quais são os pré-requisitos para podermos programar Fluxos de Trabalho fora de fronteiras das empresas. O primeiro e possuir documentos eletrônicos. Sem esses documentos digitalizados e associados aos processos de trabalho o processo fica por demais interrompidos. Pois os participantes desses fluxos precisam consultar documentos fora do processo e voltar ao processo para dar prosseguimento.  E esses documentos precisam estar disponíveis para consulta não apenas dentro do sistema de gestão documental mas também como link externos que possam ser consultados com facilidade por usuários externos.

A segunda questão é mapear os diferentes usuários internos e externos que precisam ser incluídos no s fluxos. Essa é uma tarefa que não passa apenas por identificar os diferentes usuários que já fazem parte desse processo, mas também identificar os atores que ainda não estão contemplados até o momento. Isso porque alguns desses atores são necessários ao processo mas não estão ligado ao dia a dia desses processos.

Por fim utilizar uma ferramenta que possa integrar usuários internos e externos de forma transparente, criando permissões de acessos, controle, controle de uso e de envio e recebimento, controle de aprovação e controle do ciclo de vida de todo o processo.  

Para finalizar, quais são os benefícios que as empresas podem tirar de processos de fluxos de trabalho extra corporação. Um maior controle sobre os processos e prazos, uma redução de custos de circulação de documentos, um processo mais eficiente de produção e maior facilidade no trato dos documentos e processos.

A importância da gestão de documentos em projetos

Independente da área de atuação ou segmento da empresa, trabalhar com projetos é muito complexo e requer muito controle em todas as etapas. Para atender à demanda de diversas empresas e ajudar na comunicação entre todos os envolvidos no processo, é necessário desenvolver processos consistentes em relação a gestão de toda informação gerada.

Em projetos complexos, por exemplo, a comunicação é fundamental, os gestores precisam acessar as informações quase que em tempo real, tanto para acompanhar o andamento quanto para prestar contas a todas as partes envolvidas.

Sem uma ferramenta de gestão de documentos adequada, os gestores enfrentam problemas como falta de organização, perda de documentos ou informações importantes, aumento de despesas desnecessárias pelo excesso de retrabalho, entre outros. Ao automatizar todo o trâmite de documentação, os gestores têm mais controle sobre cada etapa, o que otimiza o trabalho da equipe.

Os principais benefícios de um software de gestão de documentos são:

 – Automatização do fluxo de trabalho:

Para viabilizar os negócios em mercados cada vez mais competitivos, as empresas precisam otimizar ao máximo os seus processos, identificar oportunidades na produção e utilizar todos os recursos disponíveis de forma inteligente.

A automatização do fluxo de trabalho é importantíssima, um worflow bem estruturado é o espelho de todos os processos internos e externos da empresa.

O objetivo dessa automatização é dar agilidade à rotina, reduzindo ou até mesmo eliminando atividades desnecessárias. Ao automatizar essa gestão por meio de softwares, é possível reduzir consideravelmente os trabalhos manuais.

– Melhoria no processo de comunicação:

Em diversos setores, a troca de informações está atrelada a documentação gerada em cada fase, gerenciar esses dados de forma eficaz é um grande passo para ter sucesso no processo de comunicação.

Segundo estudos realizados pelo Project Management Institute, os principais desafios enfrentados pelos responsáveis pelos projetos são:

 

  • Conectar todas as partes interessadas (stakeholders);
  • Troca da comunicação entre todos os membros da equipe;
  • Gerenciar mudanças ao longo do projeto.

– Redução de custos e erros:

Os processos de melhoria constante visam reduzir as falhas de operações, uma das formas mais eficientes de diminuir a margem de erros durante os projetos é reduzir trabalhos manuais. Ao verificar o andamento das próximas atividades de forma rápida por meio de um software de gestão, é possível fazer uma previsão de quais processos estão atrasados e do tempo gasto em cada etapa.

Com isso os gestores têm acesso a todas as informações para analisar e otimizar o trabalho nas etapas posteriores.

 

 

O que esperar do mercado de tecnologia em 2019?

Os avanços tecnológicos cada vez mais fazem parte das nossas vidas, o estilo de vida que temos hoje, com celulares com diversos aplicativos e serviços online, seria impensável há 10 anos, tamanha foi a transformação pela qual o nosso mundo passou.

Vocês sabiam que para estar sempre à frente das tendências, a indústria costuma trabalhar muitas vezes com cinco anos de antecedência? Por exemplo o que será vendido nas lojas nos próximos anos, certamente já está na fase de construção nos laboratórios das grandes empresas do setor.

Com base nisso, podemos levantar algumas tendências que devem ser vistas nos produtos previstos para serem lançados nos próximos anos. É claro, que muita coisa pode mudar ou não acontecer até o final de 2019, mas levando-se em consideração o que se desenvolve hoje, esses devem ser os caminhos da tecnologia.

– Inteligência artificial:

A presença da inteligência artificial nos dispositivos eletrônicos esta cada vez maior, no ano passado praticamente todos os smartphones trouxeram novidades como essa e em nesse ano não será diferente.

– Internet das Coisas:

A chamada Internet das Coisas, com os mais variados tipos de dispositivos conectados à internet, também continuará sendo tendência em 2019. A proposta vem ganhando mercado e procura de clientes, que veem em eletrônicos com objetivos de melhorar a qualidade de vida.

Vemos uma grande procura por dispositivos que tornam as residências inteligentes, com dispositivos e eletrodomésticos que facilitam e automatizam os processos, como por exemplo robô aspirador, sistema de iluminação, ar condicionado, entre outros.

– Preocupações com cyber segurança:

Com um volume de dados cada vez maior que passa pela internet, é natural que hackers passem a olhar com mais atenção a possibilidade de roubá-los, por conta disso, os investimentos em cyber segurança devem crescer, para evitar o roubo dessas informações.

– Realidade virtual e aumentada:

 A realidade aumentada e virtual vem ganhando um bom espaço no mercado nesses últimos tempos, o ano de 2018 foi muito proveitoso em termos de lançamento, com óculos virtuais de várias marcas chegando ao mercado.

Além disso, com o aumento da capacidade de processamento dos smartphones, também se tornou possível pensar na realidade aumentada como uma alternativa. Segundo rumores, a adoção de recursos de realidade aumentada pela Apple, especialmente no iPhone XS, pode ser um dos grandes impulsos a permitir que essa tecnologia vire tendência em 2019.

Vocês acham que esse será o caminho do mercado esse ano? Deixamos de falar de algum? Envie seu comentário e fala qual é sua opinião.

O que significa tecnologia disruptiva?

Disruptiva nada mais é que a interrupção ou quebra de um processo já consagrado, que vinha funcionando do mesmo jeito há um bom tempo. No caso da tecnologia disruptiva, ou inovação disruptiva, é o uso de tecnologias para transformar o mercado, usando-as para mudar o nosso dia a dia, criando novos produtos, serviços ou aprimorando o modo como são utilizados.

Nos últimos anos vimos novas tecnologias ganharem notoriedade e mercado, transformando completamente o dia a dia. Por exemplo, os serviços de streaming, que mudaram a forma como as pessoas assistiam TV e ouviam música. Outro bom exemplo, são os aplicativos de mobilidade urbana, que mudaram a forma como as pessoas se locomovem nas cidades

Neste ano de 2018, as tecnologias disruptivas como a Inteligência Artificial, processamento de linguagem natural e a visão por computador estão passando de ideias disruptivas a ferramentas fundamentais para os negócios, na área de tecnologia é ainda mais significativa.

É nesse momento que a tecnologia no mais puro estado da arte é aplicada para garantir avanços, melhorias em sistemas e processos e até mesmo para o surgimento de novas ferramentas.

Uma das tecnologias disruptivas que já mencionamos aqui é a Internet das Coisas, ou Internet of Things (IoT), que tem conectado pessoas e gadgets por meio da internet para facilitar atividades diárias e até mesmo para controlar os processos internos de uma empresa. A Gedap utiliza a IoT para dar mais eficiência nos processos de logística, com o Datalong16.

Outra tecnologia disruptiva que está em alguns produtos da Gedap já foi até tema de filme de Hollywood – a Inteligência Artificial (IA). O tema deixou de ser ficção científica e vem revolucionando a forma como as informações são processadas. A Inteligência Artificial é um ramo da ciência da computação que propõe a elaborar dispositivos que simulem a capacidade humana de raciocinar, perceber, tomar decisões e resolver problemas.  E isso já faz parte do dia a dia de alguns clientes da Gedap, por meio do Luminoso Analytics.

No caso do sistema de automação e organização de documentos, a Gedap possui um sistema para captura de imagens, digitalização e processamento de formulários, reconhecimento ótico de caracteres (OCR), reconhecimento inteligente de caracteres (ICR), processamento de marcas e automação do processo de captura.

Esses são apenas alguns exemplos do quanto a Gedap está trabalhando aliado ao avanço da tecnologia, oferecendo produtos com a mais alta tecnologia para todos os setores.

Como o Datalong16 pode ajudar no transporte de gases

O Datalong16 pode controlar o processo do transporte de gases, do envio ao recebimento do produto. Uma das questões é que durante o trajeto os gases liquefeitos podem variar em sua densidade em virtude da temperatura ou da pressão. E é normal ocorrer variações entre o que foi carregado em um posto e o que foi descarregado em outro ponto.

Mas então como podemos ver o invisível nessas situações? Os dispositivos de controle de condições de temperatura e pressão permitem acompanhar todo o trajeto da carga e as variações que podem influenciar no volume do gás (estando ele liquefeito ou não). Além disso, possibilitam o cálculo das diferenças entre a carga e a descarga dos gases.

Mas porque é necessário medir essas variações? Não poderíamos apenas movê-las para as perdas do processo? E se os equipamentos de carga e descarga estiverem com defeito? E se carga passar muito tempo no transporte ou ficar exposta demais ao sol? E se ocorrer fraude na carga?

Todas essas situações podem ocorrer. Portanto, é fundamental que as empresas possam medir essas variações e, sobretudo, resolver pontos improdutivos, melhorando a produtividade e a lucratividade.

Saiba como você pode controlar o transporte de gases. Fale conosco.

Principais eventos de Tecnologia que acontecerão no 2º semestre de 2018

Grandes eventos do mundo tecnológico e digital já aconteceram na primeira metade do ano, e outros, ainda ocorrerão. Fique por dentro das principais atrações que ocasionam todos os anos grandes encontros, network, e ainda, levam conhecimento e muito conteúdo, além de criar tendências e evolução no mundo da internet.

Confira a lista abaixo*:

Social Media Week

A Social Media Week São Paulo é o maior evento de comunicação digital da América Latina. A última edição contou com 363 palestrantes, 271 atividades e mais de 6100 pessoas diferentes inscritas. De 10 a 14 de setembro, agenda ainda não disponível.

Conferência Ethos 360o

A Conferência Ethos 360° São Paulo responde aos reais desafios do cenário político, econômico e social brasileiro por meio do compartilhamento de soluções, e discussões sobre profundas mudanças e conhecimento das estratégias de inovação e desenvolvimento. Em 26 e 27 de setembro.

page1image1814368

Intercon

Em sua 14a edição e cada vez mais focado em desenvolvimento web de alto nível, o InterCon reunirá 1.800 developers em 3 grandes auditórios, além do Community Summit, Community Area, Keynote Arena, Gitpool, Developer Store, Área de mentorias, de negócios, momentos de networking e muito, mas muito conteúdo, se posicionando como a maior conferência dev da América Latina. De 20 a 21 de outubro, no WTC Events Center, São Paulo.

RD Summit

Considerada a Disneylândia dos adoradores e apaixonados por marketing digital, um dos eventos mais aguardados do ano. Em 07, 08 e 09 de novembro, Florianópolis.

Innovation Pay

Evento de inovação em pagamentos e serviços financeiros no Brasil, em 25 de setembro, São Paulo.

Big Data Week

O Big Data Week é uma conferência internacional criada em Londres em 2012 e promovida em várias cidades ao redor do mundo através de encontros hospedados localmente, eventos, demonstrações de visualização de dados, debates, discussões e hackathons. Os eventos são projetados para fornecer uma plataforma para educar, informar e inspirar – organizado por pessoas apaixonadas e conhecedoras de dados. Em 20 de outubro, São Paulo.

Fórum E-commerce Brasil

Em sua 9a edição, o Fórum E-Commerce Brasil reúne conteúdo exclusivo, pensado sob medida para varejistas e profissionais de e-commerce. Em 14, 15 e 16 de agosto, São Paulo.

Gartner Symposium

Simpósio voltado para CIOs e executivos de tecnologia da informação, que abrange as tendências e os negócios de TI. 22 a 25 de outubro, São Paulo.

IT Forum Expo

Evento voltado em TI e Segurança da Informação. 17 e 18 de outubro, São Paulo.

PHP Conference

Evento que reúne as principais empresas e profissionais do mercado de PHP. Em 6, 7 e 8 de dezembro, Faculdade Senac Porto Alegre – Campus II.

Python Brasil

Python Brasil é o maior evento sobre a linguagem de programação Python do país. É suportado por diversos eventos menores locais e regionais que culminam em um encontro nacional e itinerante. 17 a 22 de outubro, Natal – RN.

Ruby Conf

O evento é voltado para desenvolvedores que desejam aprender ou atualizar seus conhecimentos sobre Ruby, Ruby on Rails, Técnicas Ágeis, JavaScript, NoSQL, Segurança, entre outros. 23 e 24 de novembro, São Paulo.

Mind The Sec Forum

O Mind The Sec Club é o exclusivo clube de relacionamento para profissionais de segurança da informação. Com foco em público C-level, o evento proporciona experiências únicas e inesquecíveis para os convidados, incentivando o networking em um momento descontraído. 18 e 19 de setembro em São Paulo.

FISL

O Fórum Internacional do Software Livre centraliza, em um único evento, dezenas de ideias inovadoras sobre o uso de tecnologias livres. Os diversos debates e palestras que compõem o FISL servem para a troca de experiências e o compartilhamento de conhecimentos e inovações sempre buscando formas de levar à toda a sociedade o conhecimento livre. De 11 a 14 de julho, Porto Alegre.

Roadsec 2018

O maior evento de hacking, segurança e tecnologia do continente, que passa por 18 capitais brasileiras. Florianópolis 18 de agosto e Porto Alegre em 25 de agosto.

Futurecom

Realizado pela Informa Exhibitions, o Futurecom, em sua 20a edição, combina um Congresso Internacional e uma exposição de soluções digitais com amplas oportunidades de networking e uma plataforma para construir e consolidar parcerias para autoridades, organizações, corporações, investidores (pequenas e médias empresas), empreendedores e inovadores. 15 a 18 de outubro, São Paulo.

O objetivo do Congresso Security Leaders é reunir CISOs e CSOs, especialistas e executivos das principais instituições públicas e privadas do País para uma discussão profunda sobre os atuais desafios de Segurança Cibernética. 9 de julho em Porto Alegre, 29 e 30 de agosto em São Paulo, 27 de setembro em Curitiba, 18 de setembro em Salvador, 25 de outubro em Recife, 8 de novembro em Fortaleza.

TI&Varejo

O objetivo do Congresso TI & Varejo 2018 é reunir CIOs, especialistas e executivos do setor para uma ampla discussão sobre os desafios de negócios e entender o papel da Tecnologia da Informação nos processos de inovação. Em 8 de setembro, São Paulo.

DevCamp

Maior evento de tecnologia do interior de São Paulo. 10 de agosto, Campinas – SP.

*Lista original via Eventbrint.

Controlando cargas perigosas com IOT´S

Atualmente a maior parte das cargas perigosas, e por perigosas, falamos de: explosivos, gases industriais, produtos químicos e óleos combustíveis; trafegam pelo Brasil se estarem monitoradas durante todo o seu trajeto. Os veículos que as transportam podem estar sobre controle por satélite, mas é possível hoje em dia ir além desse controle do veiculo.

Utilizando-se um IOT é possível controlar e acompanhar as condições dessa carga. Temperatura, Pressão, Humidade e outras variáveis de ambiente que podem impactar as condições dessa carga podem ser acompanhadas e monitoradas em tempo real.

O que esse controle permite ? Em primeiro lugar sabermos sua localização. Em segundo lugar podemos acompanhar essas variáveis e com isso podemos saber se a carga, o veiculo e consequentemente se outros veículos  e a própria rodovia correm algum risco.

Mas que outros ganhos desses controles você pode obter. Nas cargas liquidas e gasosas uma das diferenças você consegue controlar diferenças de peso e volume em virtude da variação de temperatura. E com isso consegue entender perdas decorrentes do transporte.

Além disso, ao monitorarmos as condições ambientais podemos identificar se os riscos decorrentes desse transporte e dessa variação ambiental podem apresentar riscos de acidente, e com isso tomarmos medidas que possam evitar os mesmos.

Por fim conseguimos ainda controlar paradas programadas e tempos de paradas durante o transporte e ao mesmo tempo seguir monitorando todas as condições desse transporte, estando o motorista na cabine ou estando o veiculo estacionado.

Os benefícios do uso de IOT´s para controle das cargas perigosas vem da prevenção dos acidentes.

Controlando Cargas Estacionarias

Os IoT´s para a gestão de carga podem ser utilizados não apenas nas cargas em movimento mas também nas cargas estacionarias. As condições de controle de temperatura, pressão, humidade tem impacto muito grande na conservação dos produtos não apenas durante o transporte mas também enquanto armazenadas em câmaras frias, geladeiras, gondolas e freezers.

Essa descontrole para com essas condições pode significar perda de até 7% dos produtos estocados. Com o uso de um IoT ele pode ser configurado para controlar cada um desses equipamentos.

O primeiro ganho é a redução das perdas em virtude do controle dessas condições. Elas evitam primeiramente o descongelamento, o congelamento, a proliferação de fungos e bactérias e o vazamento de produtos.

O segundo ganho é mais sutil. Conforme controlamos essas condições, começamos a ter uma economia de energia elétrica pelo uso mais eficiente dos refrigeradores, humidificadores, geladeiras e câmaras frias. E com isso podemos reduzir as contas de consumo que hoje tem um impacto muito grande nos custos e tem sofrido cada vez mais aumentos acima da inflação.

O terceiro ganho também é sutil, pois com equipamentos funcionando de forma melhor são reduzidos os custos de manutenção, pois equipamentos que são levados ao limite de seu funcionamento normalmente tem uma vida útil menor e uma quantidade maior de paradas não programadas.

Com isso, com um pequeno investimento podemos ter diversos ganhos diferenciadosna gestão de cargas estacionarias.

Tendências do Gartner

Essa semana estive no evento do Gartner Group  e uma das coisas que mais me chamou a atenção foram as predições de como o mercado mundial e brasileiro devem se comportar nos próximos anos.

Mais do que apenas um exercício de futurologia, mas como um farol para onde devemos alinhar e apontar os investimentos de forma a permitir que as corporações possam ser competitivas em um cenário mundial.

A primeira das preocupações e investimentos é a área de BI e/ou Analytics. Esse investimento permite as empresas minerarem seus dados e com isso produzirem insights sobre consumo, tendências de consumo, estoque, geração de caixa. Em resumo tudo que podemos produzir baseado nos dados armazenados e na produção de estatísticas e modelos matemáticos baseados nesses dados.

A segunda área são os serviços em nuvem (servidores, aplicativos, backups, sites, etc) que possuem muitos obstáculos a sua implementação, ainda mais, em um pais onde a disponibilidade de serviços de telecomunicação não é uma constante.

A terceira área são os smartphones, os aplicativos moveis e a mobilidade. Com o crescimento cada vez maior desse mercado, do uso desses dispositivos os investimentos nessa área são uma obrigação e um problema, novamente em virtude da falta de uma melhor estrutura de telecomunicações no pais.

Por fim vou destacar as área de IoT e inteligência Artificial que no mundo cada vez mais crescem de importância em virtude das possibilidades que permitem e que infelizmente no Brasil ainda se encontram em um atraso em relação aos investimentos e uso no pais.

Espero que com isso possamos ter alguma luz no árduo caminho a trilhar.

Os 10 melhores sites de tecnologia para acompanhar

Atualmente nos deparamos com diversos dados, blogs, grupos nas redes sociais e sites, que é difícil saber o que é de fato verdadeiro e que apresenta notícias e artigos com credibilidade, pesquisas e estudos. E por conta disso preparamos uma lista com os principais blogs e sites de tecnologia para ajudar no seu dia a dia. Veja abaixo:

 

Tecmundo: Um portal com curiosidades e as principais dúvidas sobre tecnologia, celulares, eletrônicos, software, gadgets e tutoriais interativos para os usuários.

 

TechTudo: Portal de notícias sobre tecnologia, está sempre atualizado e conta com ótimos artigos, quando quero saber as novidades que vem por ai acesso ao TechTudo.

 

Gizmodo: Referência em tecnologia no país, cobrindo eventos internacionais, levando informação em tempo real para seus mais de 2 milhões de leitores mensais, e trazendo novas perspectivas e olhares para os aparelhos tão brilhantes, atraentes e poderosos que rondam nossas vidas.

 

Olhar Digital: Um portal sobre tecnologia que conta com um acervo imenso de matérias e vídeos muito interessantes.

 

IDG Now: É um portal sobre tecnologia, telecom, internet, segurança, computação pessoal, computação corporativa, carreira, mercado

 

Profissionais TI: Portal colaborativo sobre Tecnologia da Informação que conta com diversos autores que escrevem sobre assuntos relacionados à carreira de TI, um dos mais completos nessa área.

 

CIO: O site é voltado para gestores e executivos da área de TI, com tudo sobre estratégias, negócios e liderança em TI e tecnologia. Artigos sobre gestão do conhecimento, informação e processos de TI.

 

TechCrunch: É um site focado em notícias sobre tecnologia, bem como perfis de empresas, produtos e sites.

 

MIT Technology Review: Um site que contém ricas informações sobre tecnologias emergentes, impacto nos negócios e sociedade .

 

Digital Trends:Um guia interativo e dinâmico para navegar no mundo da tecnologia com inspirações, ideias, insights e tendências.

 

Gostou dessa que com os dez melhores sites de tecnologia para acompanhar? Conhece mais algum site ou blog para adicionar na lista? Indique para nós!